Drs. Daniel Sigulem e Nestor Schor


Ingestão de café diminui a deposição de cálcio nas artérias do coração

12/04/2015 13:00
Foram investigados 25.138 homens e mulheres (idade média de 41,3 anos ) sem doença cardiovascular clinicamente evidente que se submeteram a um exame de rotina de saúde que incluiu um inquérito alimentar e uma tomografia das coronárias para determinar a deposição de cálcio.
 A prevalência de calcificação das artérias coronárias (CAC) detectável (pontuação CAC > 0) foi de 13,4 % (n = 3364), 11,3% para os escores CAC entre 1 e 100 (n=2.832 ) e 2,1% para os escores CAC > 100 (n = 532). A média de consumo de café foi de 1,8 ± 1,5 copos/dia.
Os resultados do índice CAC foram então comparados com a ingestão de café diária de menos que um copo , entre 1 e 3, entre 3 e 5, mais que 5 copos/dia e para não bebedores de café, verificando-se que, quanto maior a ingestão de café diário menor o índice de CAC. 
A associação foi semelhante em subgrupos definidos por idade, sexo, tabagismo, consumo de álcool, estado de obesidade, diabetes, hipertensão e hipercolesterolemia.
Aparentemente, são os antioxidantes presentes no café e não a cafeína que contribuiriam com a diminuição do índice de CAC, uma vez que não houve diferença entre os indivíduos que ingeriram café decafeinado e o com cafeína.

https://heart.bmj.com/content/101/9/686.abstract

Nosso comentário: estudos prévios já sugerem que a ingestão de café diminui a incidência de câncer de próstata. 

—————

Voltar



Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!